CONCEITOS TÉCNICOS

 

 

Todos os Pickups magnéticos produzidos pela OficinArtística são feitos manualmente de forma semi-artesanal e em lotes e quantidades limitadas. Nosso objetivo é obter a qualidade técnica e sonora planejada préviamente visando reproduzir todas as características dos famosos pickups dos anos 60 e dos atuais das mais conceituadas marcas internacionais


Corrente Elétrica - I [A] Ampére
O Ampére é definido pela força de atração exercida por dois condutores paralelos, quando percorridos pela corrente de 1A (Ampére)
Tensão Elétrica - U [V] Volt [mV] mileVolt
1V (Volt) é a tensão entre 2 pontos de um condutor elétrico quando percorrido por uma corrente elétrica constante de 1A (Ampére)
Resistência Elétrica - R [ ] Ohm [K] mil Ohms
1 (Ohm) é a resistência elétrica de um condutor, quando percorrido por uma corrente elétrica de 1A (Ampére) e submetido a uma tensão de 1V (Volt)
Condutância Elétrica - G
Condutância é o inverso da Resistência Elétrica: G = 1/R
Indutância Elétrica - L [H] Henry
1H (Henry) é a indutância de uma bobina de 1 espira quando percorrida por uma corrente elétrica de 1A (Ampére) e colocada no vácuo onde se encontra um Fluxo Magnético de 1Wb (Weber)
Fluxo Magnético - W [Ø] Weber
1W (Weber) é o fluxo magnético decrescente regularmente até zero que induz numa bobina de uma espira, uma tensão de 1V (Volt)

Potência e Qualidade de Saída

Resistência Elétrica Equivalente - Re [K] Ohm
Ligações em Série
Ligações em Paralelo

Exemplo de utilização: Ligação das bobinas dos Humbuckers, Stacks e Splits

Exemplo de utilização: Chave de 3 posições tipo LesPaul na posição central


Potenciometros de Volume e Tone:


O ideal é que os Potenciometros de "Volume" funcionam melhor se sua curva de resposta for "Logaritma", p.ex.: A500K, A250K, ..... e para o "Tone" é que a curva de resposta seja Linear , p.ex.: B500K, B250K .....

 VOLTAR

Potência e Qualidade de Saída

Fluxo Magnético em Bobinas

Segurando-se um Fio/Cabo condutor com a mão direita, a Corrente Elétrica caminha do (+) para o (-) no mesmo sentido do "polegar", e o Fluxo Magnético gira em torno do fio no mesmo sentido dos demais dedos.

Numa bobina de fios enrrolados sobre um núcleo qualquer o sentido do Fluxo Magnético é sempre no sentido de Sul --> Norte é a polarização dos cabos (+) ou (-) que define o sentido final desejado. Note que no desenho acima se invertermos as polariades dos cabos, tambem inverteremos o sentido do fluxo magnético.
A combinação uma bobina com um núcleo de imã permanente poderá ser de várias formas diferentes veja em "Imãs e Bobinas - Fases".

 

 VOLTAR

 

Imãs x Bobinas x Fases

Note no desenho acima (lado esquerdo) que quando a polaridade do Imã permanente e da Bobina estão no mesmo sentido dizemos que "Estão em Fase", e caso contrário "Fora de Fase".

Nossos pickups Humbuckers tem a seguinte configuração básica:

Bobina "Sul" [cabo Preto (+) e Amarelo(-)]: "Em Fase" e polaridade Sul com fluxo de "cima para baixo"
Bobina "Norte" [cabo Vermelho (+) e Branco(-)]: "Em Fase" e polaridade Norte com fluxo de "baixo para cima"

 

Imãs e Polaridades - Modelos
Modelo I Modelo II Modelo III
Imã permanente de AlNiCo 5 (Liga de Alumínio - Níquel - Cobalto - grade 5) como Imã e Pino simultaneamente Imã permanente de AlNiCo 5 ou Ceramic (Ferrite) em barras laterais, e os Pinos de Aço. Imã permanente de AlNiCo 5 ou Ceramic (Ferrite) em barra central, e os Pinos de Aço.
Polaridade do Imã
A polaridade dos Pickups Single Coil (Bobina Única) em geral são "Polaridade Sul", porém em combinação com outro Single Coil poderá ser polaridade Norte, para combinar fases.
Nos Pickups Humbuckers cada bobina tem uma polaridade (sul e norte) de forma que o efeito "zumbido" de um seja anulado pelo outro, sem alterar as características gerais.

 

Princípio de Funcionamento de um Pickup Magnético

Em um Instrumento tipo Guitarra, Baixo, etc.... ao se tocar uma corda metálica acima do Pickup Magnético, ela vibrará mecanicamente na sua frequência natural e demais harmônicos. Estas vibrações farão com que o Fluxo Magnético gerado pelo Imã permanente também se altere na mesma razão destas vibrações da corda.
Esta alteração no Fluxo Magnético induzirá na bobina e provocará uma variação (alternada) na Tensão e Corrente Elétrica induzida na bobina na mesma relação da vibração da corda.
Este "Sinal" é então levado através do cabo de ligação/condutor até a um "Amplificador Externo" que modulará e amplificará este sinal e transmitirá na forma de "som" através dos seus altos falantes, para que possamos ouvi-los.

Importante: Se a corda não for metálica (Aço) e sim de Nylon suas vibrações não alterarão o fluxo magnético gerado pelo imã e conseqüêntemente não haverá variação de tensão na bobina e nem sinal a ser enviado para o amplificador, em resumo : não haverá "som".

CONCLUSÂO : Um pickup magnético não "capta" o som do instrumento e nem da corda e sim as vibrações mecânicas da corda (metálica) é que produzirão as variações no fluxo do imã permanente e gerarão as variações de tensão na bobina que por sua vez enviarão estes sinais para o amplificador externo.

 RETORNAR


Sinal enviado a um Amplificador


Ao se tocar a corda metálica, esta vibrará mecanicamente numa frequência natural e demais harmônicas, estas vibrações irão alterar o Fluxo Magnético gerado pelos imãs permanentes na mesma razão, que por sua vez induzirá na bobina uma variação (alternada) na Tensão e na Corrente Elétrica, que poderão ser medidas por um multímetro adequado.


 

Características de um Pickup Magnético

Um Pickup Magnético por ser uma bobina eletromagnética, tem como principais características técnicas as seguintes grandezas que podem ser planejadas , controladas e medidas no processo produtivo:

Resistência Ohmica .................................... K (DC Ohms)
Indutância ................................................... H (Henry)
Tensão de Saída ......................................... mV (miliVolts)
Fluxo Magnético .......................................... Ø (Gauss) [W -Weber]
As demais variáveis são consequência destas.

Gráficos das principais variações entre as variáveis
RETORNAR

 


ENGENHARIA PICKUPS

CONCEITOS TÉCNICOS
de PICKUPS MAGNÉTICOS

Teorias e definições
Grandezas Elétricas
Resistências paralela/série
Fluxo Magnético em Bobinas
Imãs e Bobinas - Fases
Princípio de Funcionamento
Imãs e Polaridade
Características Técnicas

Técnicas construtivas
• Com a Bobina
• Potência/Qualidade de saída
• Magnetos Características
• Modelos de Pickups(Stellfner)
• Fluxo de Construção do Pickup

Formação das opções Técnicas
• Linha Slight
• Linha Strator
• Linha Vintage
• Linha Blind
• Linha Split
• Linha StellBucker
• Linha Swinger
• Linha StellBlue
• Linha Power
• Linha StellBass
• Linha Neodymium


RETORNAR