As Guitarras, Baixos elétricos e os Laps Steel Stellfner são construídos manualmente de forma semi-artesanal, tomando-se os devidos cuidados em todos os detalhes e nas fases de construção, visando obter um instrumento de alto nível técnico e sonoro. Todos os materiais utilizados são de primeira linha disponíveis no mercado nacional e internacional.



CORPO ACÚSTICO :
Nos Corpos com construção acústica (Violões, Violinos, etc..) normalmente se utilizam três partes : Um tampo, duas laterais e um Fundo de madeira maciça de +/- 2,5 m/m de espessura. Na sua montagem usam-se reforços no tampo no fundo, e posição do cavalete para sustentar os esforços das cordas. Normalmente as madeiras utilizadas nestas peças são: Jacarandá, Pinho, Mable, ASH, dentre outras.

O corpo acústico funciona como uma caixa de ressonância amplificando todas as vibrações geradas pelas cordas. A sua forma, a maneira de construção o "Tipo e Qualidade das Madeiras " interferem com mais de 95% no "Timbre" e pricipalmente o tampo é que faz toda a diferença no "Timbre" que será reproduzido pelo instrumento.


 


Para os Violões existem vários desenhos de perfil, os mais comuns são os abaixo indicados


CORPO MACIÇO :
Nos Corpos de construção maciça (Guitarras, Baixos, etc..) normalmente se utilizam pranchas de madeira maciça de +/- 40/45 m/m de espessura em uma ou duas partes coladas ao meio. Normalmente as madeiras utilizadas nestas peças são: Cedro, Pinho, Mable, ASH, etc.
Desenha-se o perfil do instrumento na prancha e com uma Serra de Fita corta-se todo o contorno. Para os demais cortes e operações são utilizadas outros equipamentos como Tupias, Furadeiras, Serras, Lixadeiras, etc... . Todo o corpo é arredondado, lixado até se chegar ao perfil final desejado.

Num corpo de madeira maciça o perfil do instrumento pode ter qualquer "design" dependendo do desejo do músico. Como nestes instrumentos não existe a "caixa de ressonância" pois são utilizados sistemas de "captação" (Magnética ou até Piezo) a interferência do "Tipo e Qualidade da Madeira" nos "Timbres" finais reproduzidos tem moderada influência e não interferem mais que 20% a 30% do resultado final e o sistema da "captação" é que interfere com 70% a 80%.

Alguns exemplos de "desing" comus no mercado

Voltar



CORPO SEMI ACÚSTICO :
Semelhante aos corpos de construção maciça, utilizam-se sarrafos colados e montados de forma a permitir o perfil desejado. Em geral se utilizam sarrafos de +/- 40x45 m/m de espessura. Normalmente as madeiras utilizadas nestas peças são: Cedro, Pinho, Marfim, Mable, etc. O tampo e o fundo são de chapas laminadas ou maciças de espessura +/- 2,5 m/m, modeladas e curvadas conforme a necessidade do modelo.

Neste tipo de construção também não existe a "caixa de ressonância" e o sistema de "captação" é o tradicional "Magnético" e/ou "Piezo" de forma que o "Tipo e Qualidade" das madeiras empregadas na construção também interferem pouco no resultado do "Timbre" final que o instrumento reproduzirá. Por uma questão de "design" e tornar o instrumento "Nobre" são então utilizadas madeiras também "Nobres" na sua construção.
Esta forma de corpo permite a constução de um instrumento mais leve e confortável de se tocar do que os modelos maciços.

 

 

Alguns exemplos de instrumentos "Semi-Acústicos"

Voltar


CORPO Stellfner:
Semelhante aos corpos de construção acústica, utilizamos laterais e tampos de chapas maciças ou laminadas de +/- 2,5 m/m de espessura. Normalmente as madeiras utilizadas nestas peças são: Marfim, Pinho, Mable, Spruce, Mahogany, dentre outras. As laterais o tampo e o fundo são de chapas modeladas e curvadas a quente conforme a necessidade de cada modelo.

Todas as partes são gabaritadas e montadas de forma que o conjunto final seja super rígido e leve, formando um Instrumento de alto nível técnico e sonoro.
Esta forma de construção permite um corpo mais leve ainda do que os modelos semi acústicos o que permite um instrumento extremamente leve e confortável de tocar. Mesmo tendo o corpo construído de forma acústica não existe a função da "caixa de ressonância" e o sistema de captação é o tradicional "magnético - Stellfner" associado a um sistema Piezzo quando necessário. Os "Timbres" obtidos com este tipo de construção são muito característicos, limpos e de excelente qualidade.

Exemplo de construção:

Voltar

 

CORPO DO BRAÇO:
O corpo de um braço Stellfner é composto basicamente de 03 partes:
- Head Stock (corpo das tarraxas);
- Braço;
- Escala;
Para o "Head Stock" e "Braço" utilizamos a Madeira Marfin na sua construção e que são colados entre si na forma conhecida como "espanhola", dando uma inclinação de 10° a 15° entre o "Braço/Escala" e o "Head Stock"
Para a "Escala" são utilizadas as madeiras: Jacarandá, Ipê, Pau Ferro, dentre outras ...

Este conjunto do "corpo do braço" permite várias opções de especificações a critério de cada músico cliente.


                                                             

Todos os Braços Stellfner são montados com um "Tensor" interno para permitir o ajuste de nivelamento quando necessário, o tamanho da "Escala" é uma opção de cada músico mas o mais tradicional é 25,5" (647,7 m/m), as Tarraxas podem ser blindadas ou semi-blindadas cromadas ou douradas, os trastes podem ser normais ou tipo "Jumbo", na decoração do braço pode ter filetes laterais ou não, a marcação da escala poderá ser de várias formas, as dimensões do braço fica a critério do músico cliente. As opções e possibilidades são muito grandes.

 

 

Voltar

 

BRAÇO:
As opções de dimensões do braço são diversas, dependendo da preferência do músico, mas em geral as Guitarras e Baixos seguem um padrão conforme o exemplo da tabela ao lado.

Exemplo Stellfner [m/m]
Traste
A
B
Raio
1º Traste
42
22
300
12º Traste
50
23
400

O Perfil tambem é muito variavel, mas no geral existem tres perfis básicos: Para Violões classicos, para Guitarras e Baixos semi acústico e para as Guitarras de corpo maciço.

Nossos instrumentos em geral seguem estas dimensões da tabela acima e o perfil é o do modelo semi-acústico.

 

 

 

 

ESCALA:
É uma das partes fundamentais do instrumento, devendo ser projetada e construida com todo o carinho e precisão de forma a se obter uma afinação perfeita em toda escala.
A dimensão de uma escala é uma opção do músico, mas algumas dimensões são consideradas como padrões:

Exemplos Stellfner [pol/mm]
Guitarras
Pol
24 3/4
25
25 1/2
m/m
628,7
635,0
647,7
Baixos
Pol
33 1/4
34
35
m/m
844,6
863,6
889,0

Veja a tabela de Dimensionamento
de uma Escala

A construção de uma "escala" requer muito cuidado deste o seu dimensionamento, na escolha adequada de seu tamanho em função do que se pretende do instrumento, até as marcações e construção física. Se houver algum "erro" dimensional o instrumento ficará "desafinado" de forma definitiva.

 

 

 

TARRAXAS:

São mecanismos que consistem em um conjunto de engrenagens do tipo "Coroa x Pinhão" autoblocante ou seja: em nenhum dos dois eixos (pinhão e coroa) gira livremente, é necessário um torque muito grande para que exista o movimento. A corda é fixada no eixo "Coroa" e o Knob no eixo "Pinhão" permitindo ajuste fino sem que se movimente livremente.
Além deste sistema autoblocante existem alguns fabricantes que ainda adicionam um outro sistema de trava adicional

Para as Guitarras e Baixos elétricos existem básicamente três tipos de mecanismos :
- Blindadas: aquelas no qual as engrenagens estão dispostas dentro de um corpo único fechado (blindado).
- SemiBlindada: aquelas no qual as engrenagens recebem uma capa protetora removível
- Aberta: aquelas no qual as engrenagem são expostas e visíveis (exemplo: Violões classico)

 

 

TENSOR:
Com a variação no tempo e as cordas quando tencionadas poderão provocar uma torção no braço conforme a figura abaixo.
O Tensor é um dispositivo instalado dentro do corpo do braço que quando tencionado provoca uma tensão inversa, permitindo o nivelamento do braço.
Uma escala (braço) é considerado perfeito quando em qualquer posição, 03 trastes adjacentes estejam perfeitamente nivelados na mesma altura, o que pode ser verificado com uma pequena régua quando a apoiamos nestes 03 trastes não existir nenhuma folga entre eles.



O ajuste do tensor deverá ser realizado sempre que for necessário, principalmente numa troca de cordas novas.



O tensor Stellfner é construido de uma dupla barra de aço Inox AISI 430 Ø 3,16" (Ø 4,8 m/m).




TRASTES:

São peças fabricadas normalmente pelo processo de extrusão em ligas de materiais metálicos especiais, e com grande variedade de medidas (A, B, C).

A
B
C
Aplicação (Exemplos) [pol]
085 041 100 Guitarras em geral de corpo maciço
100 050 110 Guitarras, Violões semiacústico
110 055 130 (Mod. Jumbo) Baixos, Guitarras semiacústica e acústica

Os trastes são fixados (recravados) na escala para definir as posições exatas das notas musicais dentro da "Escala Temperada".

Diferente os violinos, celos, baixos fletless são instrumentos que não utilizam os trastes, e permitem variações contínuas entre as notas musicais.

 

 

 


CORDAS:

As cordas para Guitarras e Baixos elétricos são construídas com materiais metálicos, que quando acionadas (tocadas) produzirão vibrações mecânicas que farão variar o campo magnético gerado pelo imã permanete da bobina do Pickup.
Em geral estes materiais são o Aço, Aço Inox 430, Ligas de Níquel, etc....
Existe no mercado uma infinidade de dimensões e acabamentos, cada uma mais específica para uma determinada finalidade.
Abaixo estão as medida mais comuns para guitarras e baixos.

As cordas Mi(E), Si(B), Sol(G) normalmente são de um único fio, e as cordas Ré(D), Lá(A) e Mi(E) são normalmente de um fio interno (alma) enrrolado por um outro fio, para dar corpo.
Guitarras [pol]
Corda
Super
Light
Extra
Light
Light
Jass
Light
Jass
E
.008
.009
.010
.012
.013
B
.011
.011
.013
.014
.020
G
.014
.016
.017
.019
.030
D
.022
.024
.026
.028
.040
A
.030
.032
.036
.042
.052
E
.038
.042
.046
.052
.062
Baixos [pol]
Corda
Light
Grave
Media
Extra
Grave
G
.040
.045
.050
.055
D
.060
.065
.070
.075
A
.075
.080
.085
.090
E
.095
.100
.105
.110

 

Voltar


Todos os instrumentos Stellfner tem circuitos elétricos projetados e construídos utilizando os componentes de primeira linha nacionais e importados disponíveis no mercado. Cada projeto tem por objetivo obter o que de melhor se pode "tirar" deste instrumento e da flexibilidade que se pretende.

 

Visitar a página Circúitos Eletricos

Voltar

 

Todos os instrumentos Stellfner tem as pontes projetadas e construídas de acôrdo com a necessidade e "design" do instrumento.
Uutilizando os materiais e componentes de primeira linha nacionais e importados disponíveis no mercado. Cada projeto tem por objetivo obter o que de melhor se pode "tirar" deste instrumento e da flexibilidade que se pretende.

 

 

Voltar

 


ENGENHARIA INSTRUMENTOS
CONCEITOS TÉCNICOS
de GUITARRAS - BAIXOS e LAP STEEL

Teorias e definições
Escala Musical
Afinação/ajustes

Detalhes de Construção
-
Corpo :
Corpo Acústico
Corpo Maciço
Corpo Semi Acústico
Corpo Stellfner
Decoração
Pontes
Circúitos Elétricos
Pickup Magnéticos

- Braço :
Corpo vista geral
Braço
Escala
Tarraxa
Tensor
Trastes
Cordas



RETORNAR